Há um lado positivo nesta pandemia do COVID-19?

Atualizado: Abr 10

Recentemente, todo o mundo foi surpreendido com o surto de um vírus desconhecido até então, que se alastrou em pouco tempo, devido à sua fácil transmissibilidade, causando muitas mortes. A humanidade está em alerta diante de tanto sofrimento.


Com o surto do COVID-19, fomos obrigados a mudar nossa rotina diária e acrescentar alguns hábitos, com vigilância aumentada para a limpeza/higiene pessoal e eliminação do vírus, evitando contágio.

Aulas foram suspensas, o trabalho transferido para home-office, para aqueles serviços em que é possível, havendo uma redução significativa da nossa movimentação externa.


De fato, nosso ir e vir ficou mais restrito ao ambiente interno de casa ou apartamento, e isto trouxe para nós uma nova realidade. Ganhamos tempo e espaço para o convívio familiar, na medida em que praticamos o tal distanciamento social. Muito interessante, portanto, este momento, se for bem aproveitado.


Alguns podem sentir-se incomodados, como se esta fosse uma situação imposta, gerando irritação e descontentamento. Naturalmente, é uma situação, no mínimo, desconfortável, porque não foi escolhida. Porém, será escolha de cada um a maneira como irá passar este período. A liberdade está na escolha do seu entendimento sobre o assunto e da atitude como irá enfrentá-lo. Este é um tema que afeta a todos nós.


O primeiro elemento que precisa ser dominado é o medo, pois gera ansiedade, angústia e prejudica o equilíbrio emocional e a imunidade. Tome as medidas adequadas para sua proteção e de seus familiares e sinta-se confiante por estar fazendo o melhor possível.


O fato de estarmos mais presentes em casa, permite reavivarmos o convívio familiar, termos tempo, paciência e disponibilidade para brincarmos com as crianças, conversarmos e nos divertirmos com os jovens e cuidarmos uns dos outros, protegendo os mais idosos. Apesar do perigo “microscópico” que ronda lá fora, mas de grande capacidade de contágio, é muito bom sentir a proteção do lar e a alegria da convivência.


Nós observamos que é possível conviver em família e termos prazer nisto.

É muito bom e desejável o homem e a mulher em harmonia em casa, compartilharem as tarefas, terem conversas mais profundas e sentirem o amor renovado.


Ao invés de estarmos dispersos com o mundo externo e as redes sociais, poderemos, ao silenciá-las, observar melhor o que ocorre nas nossas relações afetivas mais íntimas e importantes em nossas vidas.

E então, nós nos dispormos a pensar o que estava impedindo que nós tivéssemos essa condição de viver com mais calma e serenidade no coração e podermos usufruir plenamente da vida em família. Quais têm sido as sombras que nos perturbam e causam dificuldades de relacionamento?


Sugiro que você aproveite bem este período, busque fontes confiáveis para que você tenha as informações necessárias, tomando o comando de suas ações, ao invés de ficar apenas como expectador passivo dos acontecimentos gerados pela pandemia.


A primeira meta deste distanciamento social é sobreviver, o que é básico. Para manter a saúde, lembre-se de manter a hidratação, a alimentação saudável e a atividade física (você pode improvisar uma academia em casa). Mas sair com vida desta quarentena é apenas suficiente. Você pode desejar mais!


Outra meta, pode ser fortalecer os seus vínculos afetivos: investir na família e amizades irá melhorar em muito a sua autoestima, sua sensação de pertencimento, seu bom-humor. Faça, aos familiares e amigos, a proposta de nova visão sobre a quarentena, para avançarem em seu aprimoramento também. Irradie esta ideia “contagiante”!


Aproveite bem este período para realizar algo há muito tempo desejado (ou iniciar o planejamento para novo projeto), aprimorar-se e ler livros que estavam à espera, estudar outro idioma, aprender a fazer algo há muito desejado....


Lembre-se de que todo sofrimento traz a oportunidade de grande aprendizado.


O cultivo da Espiritualidade pode trazer alento, confiança e superação deste momento desafiador. Cada um de nós, nossas famílias e a sociedade poderemos sair melhores desta pandemia.


Dra. Ana Cristina C. Lemos Malheiros -

Vamos refletir sobre alguns temas relevantes nos próximos posts, relacionados a este assunto.

Indico os links abaixo como complemento:


podcast Escola Waldorf Grão Saber (Quarentena e Quaresma):

https://podcasts.google.com/?feed=aHR0cHM6Ly9hbmNob3IuZm0vcy8xN2JmMTRlYy9wb2RjYXN0L3Jzcw&episode=aHR0cHM6Ly9hbmNob3IuZm0vZ3Jhb3NhYmVyL2VwaXNvZGVzL1F1YXJlbnRlbmEtZS1RdWFyZXNtYS0tLTE5LWRlLU1hcm8tZGUtMjAyMC1lYm90aDU


video PRIMESAIL Business Tranings (Mindset dos Navegadores diante da Crise):